Estrada Glória-Babilônia, Km 25. Delfinópolis - MG

Visitas

Para aqueles que querem desfrutar de um dia maravilhoso e conhecer uma das mais belas propriedades da região, o ingresso no Vale do Céu – Recanto Ecológico é de R$ 40,00 por pessoa (exceto feriado) podendo usufruir de nossas instalações coletivas e de toda natureza à sua volta. Por questões de preservação ambiental, nossa capacidade máxima é de 120 pessoas por dia (Hospedagem + Visitantes).

TARIFAS

Feriados prolongados:
R$ 80,00 (inclui almoço e cachoeiras)
R$ 40,00 – de 06 a 09 anos e acima de 65 anos
Isento – de 0 a 05 anos

IMPORTANTE: Entrada até às 15:00 h
Não é permitido a entrada com alimentos e bebidas.

Demais dias:
R$ 40,00 (inclui cachoeiras)
R$ 20,00 – de 06 a 09 anos e acima de 65 anos
Isento – de 0 a 05 anos

Observações:
1. Valores acima por pessoa

2. Bebidas e taxas serão cobradas à parte

3. Capacidade máxima: 120 pessoas (hospedagem + visitantes)

4. EM PERÍODOS DE FERIADO RECOMENDAMOS RESERVA PARA VISITAÇÃO.

5. Horário de funcionamento: 09h às 18h

Recepção temática

Construção de pau-a-pique (paredes feitas de ripas e varas entrecruzadas e barro) coberta por lascas de pedras mineiras, onde todos recebem as boas vindas ao nosso “Recanto Ecológico”.

Sala do cerrado

Uma de nossas preocupações é a conscientização ambiental.
Assim para facilitar nossa comunicação com visitantes, e admiradores da natureza e/ou estudiosos foi criado, na recepção, uma sala de conscientização ambiental, a “Sala do Cerrado”.
A Sala do Cerrado é um espaço estratégico, de passagem obrigatória. Repleta de fotos e informações, criada com a finalidade de educar e instruir, onde o visitante pode conhecer melhor as características do local, com textos simples e instrutivos e interagir com uma sala cheia de informações.

Casa de memória

Esta área é composta de uma sala com exposição de fotos do cerrado e um auditório no qual você assistirá a um vídeo sobre preservação ambiental, dicas de segurança e um pouco sobre a história do local. Ao sair do auditório você passará por um museu permanente com objetos que fazem parte da cultura local: tear, monjolo, mó, fábrica de rapadura, roda d’água, moenda, arado, entre outros objetos típicos antigos.
Venha conhecer e vivenciar o presente e o passado desta região.