Estrada Glória-Babilônia, Km 25. Delfinópolis - MG

Meio ambiente

Nós nos preocupamos, e você?

“O Vale do Céu é um lugar retirado e agradável, onde a influência do homem sobre o meio-ambiente é cuidadosamente observada.”

Todos sabemos que a atividade de ecoturismo causa, por menor que seja, algum tipo de impacto ao meio ambiente. Por esta razão a Vale do Céu mantem na sua equipe um biólogo e um estagiário de Biologia, que coordenam os seguintes projetos na área do recanto ecológico e seu entorno:

I – Palestras de conscientização aos hóspedes e moradores da região, sobre a importância da conservação do meio ambiente.

II – Identificação, monitoração e análise da água que abastece a Vale do Céu.

III – Tratamento, monitoração e análise do esgoto da Vale do Céu.

A necessidade de implantação de tratamento de esgotos sanitários e industriais em áreas urbanas, suburbanas e rurais, com o objetivo de evitar a contaminação do solo e água, vem obrigando os técnicos que trabalham na área de saneamento, a desenvolverem, continuamente, projetos que possam suprir essa exigência.
Com a finalidade de atender, de forma eficiente e econômica, uma faixa bastante extensa de núcleos habitacionais, a SANEFIBRA projetou, testou e está fabricando o SISTEMA DE REATOR ANAERÓBIO DE FLUXO ASCENDENTE – R.A.F.A. – para tratamento de esgotos, composto por FOSSA SÉPTICA ATIVADA E FILTRO ANAERÓBIO MOLDADO.
Cada conjunto é composto por uma Fossa Séptica Ativada e um Filtro Anaeróbio Moldado – equipamentos patenteados e de fabricação própria, que atendem às normas da ABNT – NBR 7229/ 93 e NBR 13969/97. Construídos em poliéster reforçado com fibra de vidro. Utiliza os conceitos básicos de digestão anaeróbia em seu funcionamento, porém apresenta modificações importantes em relação aos equipamentos convencionais, proporcionando desempenho bastante superior e redução de DBO de 85 a 90%.

IV- Identificação das espécies endêmicas e recomposição da mata ciliar do Córrego do Facão.

V – Identificação da flora e da fauna do “Santuário Ecológico Sinhá Cristina” e criação de trilhas contemplativas.

VI – Plantio de árvores em áreas de reflorestamento pelos hóspedes.